terça-feira, outubro 28, 2003

I'm still studing...

Isso cansa...
Ontem chegou meu livro da Frida Kahlo, da Taschen.
Recebi uma cartinha da sister.
Eu tenho mania de escrever cartas e nunca botá-las no correio, mesmo que já estejam com envelope e selo.
Meu lado Sloth comeu chocolate hoje e fui na papelaria encadernar as coisas que imprimi pra estudar.
O preço do cartucho original pra minha impressora é o preço que paguei na impressora toda com o cartucho.
Meu pai continua com comentários ridículos no seu tempo livre (o tempo todo).
No final de semana fui na house do fofucho. Foi lindo.
Bem, voltamos agora a programação CCNA da semana.


Which Trainspotting Character Are You?

segunda-feira, outubro 27, 2003

domingo, outubro 26, 2003

Dreamcatcher e Wasabi. Excelentes! =o)

sexta-feira, outubro 24, 2003

quinta-feira, outubro 23, 2003

Alguém tire esse velho nojento daqui de casa, por favor.
Não dá pra estudar com alguém arrastando chinelo pela casa e praguejando, dando gritinhos, falando palavrões o dia todo.
Não desejo sua companhia nem ao pior inimigo. Aliás, desejo sim, pra quem acha que estou exagerando. Que convivam com ele se quiserem. Eu não agüento.

Preciso de um lugar tranqüilo pra continuar estudando. Saco.

Santa na janela. Uma rápida aparição.

Resumo dos últimos dias.
Domingo quis morrer com o horário de verão. Mas ainda assim, levantei da cama me arrastando e fui no Masp ver Gaudí com o fofucho, minha sogra e tia do fofucho. Ganhei um livro de Bukowski. Adorei.
Passei o resto da semana estudando, exceto quando recebi visita da Sheyna pra ir numa palestra que acabamos não indo. E fui comer cookie na casa da Tati e conheci o James. Estou pintando meu all star como nos meus planos mais secretos. Está ficando um luxo! Quando estiver pronto providencio uma foto.

Meu pai continua o mesmo idiota de sempre. Seu bom dia hoje foi me chamar de vagabunda e já mandei ele à merda, como sempre. Isso parece que nunca irá mudar. Ele é estúpido sempre, por puro impulso. Depois se arrepende, mas jamais pede desculpas. E eu não quero desculpas falsas, hipocrisia escrota. Prefiro continuar chateada e vir blogar. Depois passa.
Mas ficará eternamente registrado.

Estou ansiosa com a prova do CCNA. Ainda tenho que estudar bastante. Mas acho que será tranqüilo (assim espero).
Mais uns dias e pronto.

Ontem de madrugada passou um filme DO ELVIS na Globo! Não pude acreditar quando liguei a TV e me deparei com o REI! Era Viva Las Vegas e eu quase surtei antes de dormir assistindo ele cantar! Ah! Que emoção!
Esses filmes antigos são ultra clichês, o Elvis arruma um motor pro seu carro na última hora, corre num daqueles carros tipo Speed Racer e ganha a corrida, casa com a mocinha, ganha o concurso de talentos cantando Viva Las Vegas... o trivial. Mas porra, é o REI! O REI! Tem noção?
É o máááximo!

quinta-feira, outubro 16, 2003

Passei o dia todo estudando, estou relendo todo o material do CCNA, pois eu já esqueci muitas coisas.
Fiquei praticando uns minutinhos conversão binário-decimal e decimal-binário. Depois preciso enfatizar outras coisinhas, como ACL, e os protocolos de roteamento e os de WAN e tudo o mais.

De noite eu ia no SESC aqui perto encontrar a Lu, mas o meu amor me fez uma surpresa vindo me ver.
Fomos jantar no Higienópolis e acabamos comendo no caríssimo Viena, que não estava em seu auge.
Na hora de ir embora passamos na Siciliano pra eu comprar um cartão e ele foi super paciente, porque eu olho tudo e nunca me decido em menos de 5 minutos.
Já aproveitei pra ver as agendas do ano que vem.
Fiquei namorado a da Hello Kitty, é claro. Meu lado adolescente adoradora de personagens cabeçudos japoneses ainda prevalece no setor papelaria. Já está aí uma dica de presente, ó! ;-D

Hoje eu ainda nem pedalei na Neide e ontem fiquei em dívida com ela. Eu ia pedalar antes de dormir, mas fiquei estudando até as 5 da madrugada e deixei ela na mão.
Sem contar que comi coisas pecaminosas nestes últimos dias...
Eu preciso recuperar meu espírito fitness do triplo A (água, ar e alface).

Agora vou alimentar meu bicho virtual e voltar a estudar.

Retiro espiritual.

Vou visitar esporadicamente os blogs amigos, pois preciso estudar.
Não reclamem.

terça-feira, outubro 14, 2003

Não esqueçam de votar no Ina pro Ibest blog 2004!
Pensar Enlouquece no iBest 2004!

Odeio quando o JP fica me recriminando por escrever sobre minha vida pessoal neste blog. E daí que escrevo sobre mim? É meu diarinho mesmo, o fato de estar aqui na internet tira a privacidade, mas e daí? Lê quem quer, e talvez até sirva pra ajudar algumas pessoas a não cometerem as mesmas cagadas que eu, ou a pararem de ver a vida de forma idealizada, pois não existem príncipes e nem apenas sapos, dá pra ser feliz de alguma forma, isso eu já entendi faz tempo, mas nem todos vêem a vida assim.

Eu não ligo de dizer o que sinto, o que gosto, o que penso, o que não me agrada, meus choramingos melodramáticos e a análise do último programa da Hebe.
E sabe por quê? Porque eu sou eu e ajo de acordo com minhas vontades, sem que precise seguir parâmetros alheios ou palpites de pessoas "politicamente corretas".
Acho que já quebrei a cara o suficiente pra ter minhas próprias convicções e ter este meu modo freak de encarar as coisas.

Ao mesmo tempo que tenho um certo asco pelas pessoas, algumas conseguem a proeza de me atrair com sua personalidade, com sua inteligência e criatividade.
Eu não me envergonho de dizer o quanto amo o meu namorado e como foi bom conhecê-lo através deste blog de lamentações e fúria.
Não me recrimine por ter isto como forma terapêutica para não cometer assassinatos por aí.

Eu sinto saudades de algumas pessoas que já passaram pela minha vida e pelas quais nutro sentimento de carinho, mesmo que elas não saibam disso, sinto a falta de sua amizade e conversas calóricas comendo brigadeiro.
Fico feliz que as pessoas entrem aqui e até se divirtam com minhas bobagens.
Afinal, a vida é um saco, mas de algumas coisas nós temos mesmo que dar risada, senão surtamos.
De certo modo, fico satisfeita em saber que as pessoas retornam para saber o próximo capítulo inédito desta saga da vida real. Eu sou apenas uma garota que tem uma bicicleta ergométrica chamada Neide.

Eu tenho dificuldades em cagar em potinhos, meu último exame de fezes foi frustrado e fui reprovada no de urina e no de direção, pois quase bati o carro da auto-escola, mas e daí?

Talvez as pessoas gostem de saber que outras pessoas também passam por problemas idiotas e depois desopilam em seus blogs como uma forma de passar o tempo, ou de causar polêmica.
Eu às vezes gosto de causar polêmica, e sou meio xiita.
Mas preciso parar com essa mania de achar bonito certos pontos de vista estúpidos em nome do amor.

Falando nisso, era ótimo o programa "Em nome do amor", que passava no SBT, apresentado pelo meu ídolo Silvio Santos.
As pessoas olhavam as outras de binóculos e dançavam ao som de Julio Iglesias. Silvio Santos devia ter parte dos royalties das músicas do Julio Iglesias, pois não era normal ele tocar tanto aquela merda no programa. Ele tocava, pagava os direitos autorais por tocar a música mas deveria estar ganhando $ com isso também.
Quem quer saber de Julio Iglesias afinal? Eu não!

De certo modo, preciso estudar pra minha prova da Cisco, mas estou aqui perdendo meu tempo.
Até aí, JP tem razão.
Mas eu gosto de falar de minha vida estapafúrdia aqui.
A verdade é que acontecem coisas mais interessantes dentro de minha cabeça do que aqui fora dela.
Por isso posso fazer posts enormes como este, mesmo não tendo saído de casa hoje.

A verdade está lá fora? Talvez aqui dentro da minha cabeça com pipocas de microondas.
E foda-se! E foda-se também meu personal stalker.
Quando entrei no painel do F&D achei lá um comentário desaforado bloqueado do meu fã incompreendido.
Porque afinal, quem me odeia tanto a ponto de voltar sempre pra ler sobre minha vida, só pode ser um fã.
Um dia eu autografo uma calcinha freada pra você, querido! Assim você pendura num quadro e para de me encher o saco.

Bem, eu estou escrevendo só por esporte, não que tenha algo revelador a dizer hoje.
Falando nisso, logo mais tenho que trepar na Neide e começar a pedalar.
Tenho feito meia hora por dia.
E a balança continua a me acusar, chamando-me de gorda-baleia-saco-de-areia, como no primário.
Mas foda-se! Eu não preciso seguir padrões estéticos de magreza mórbida, desde que continue cabendo em roupas de lojas populares, como disse.
Além do mais, eu acho que as pessoas que não conseguem achar um par, são meio bobas, pois ficam idealizando amores impossíveis e sentem-se atraídas por pessoas plásticas, artificiais, e elas mesmas tendem a ser assim.
Eu não. Sou orgânica e às vezes até gasosa, e acabo amando as pessoas pelo que elas são, obviamente dentro de meus critérios de seleção, mas nada de idealizar amores assépticos, sem acne ou pêlos encravados.

E como disse o Ina em um de seus últimos posts, o amor é lindo e torna-nos crianças novamente.
Chega até a emburrecer um pouco, mas é bom. Eu fico chorando no último capítulo da novela, mesmo indignada que a malvada Dóris não se deu bem.
Eu acho brega, mas bonito, embora demasiado açucarado o amor entre dois seres, mas quando eu fico apaixonada perdidamente por alguém, eu fico tão besta quanto e fico escrevendo cartõezinhos de amor com bobagens melosas, mesmo que não obtenha resposta, mesmo que não possa esperar a recíproca.
E fico feliz.

Feliz.
Feliz.

Eu danço pop, pop! Eu danço pop, pop! Eu danço pop, pop! Assim é bem melhor...

Tcham!

Lindo título para um post, não? Mas depois de assistir Eliana durante o almoço, fiquei com isso na cabeça. Apesar de já ter visto Sandy cantanto isso no programa da Xuxa uma vez.
Oh, céus! Estou revelando meu lado sombrio...

Esqueçam este detalhe xexelento de minha pessoa.
Às vezes acabo ligando a tv e deixando meu cérebro ser lobotomizado.

Eu deveria estar lendo mais, mas quanto mais coisas eu preciso fazer, mais eu protelo e me desespero.
A pressão das responsabilidades de adulta me fazem perder o eixo, porque não tenho noção do tempo e o que é restrito ao tempo, com prazos e restrições, me tiram toda a vontade de criar, de estudar, de fazer coisas úteis.
E fico sempre inútil.

E preciso de um terapeuta, de sinapses neuronais consistentes e idéias pra me tirar da merda.
Sei que é um desparate, mas às vezes eu gostaria de ser surda. Meu pai fica berrando pela casa, eu escuto e isso me tira a concentração. E nem adianta pedir silêncio, ele é insano, fica berrando o tempo todo coisas sem nexo, palavras inexistentes, ou que existem apenas em seu dialeto esquizofrênico.
Qualquer hora vou tentar gravar isso, pois as pessoas não devem acreditar muito.

Qualquer um pode se passar por são em frente a um psiquiatra, até mesmo ele.
Mas é no convívio que ele revela essas bizarrices e eu fico passando mal, de raiva, vergonha e incomodada por tais manias.
Eu devo me preocupar apenas com minha vida, é claro. Mas como não se incomodar convivendo com um ser que fica dando gritinhos histéricos o dia todo pela casa, arrastando suas havaianas sujas e soltando pérolas do non-sense fatais?

Por isso eu danço pop, pop...

segunda-feira, outubro 13, 2003

A pedidos, apresento minhas novas aquisições.
Cirolas coloridas e a coisa verdinha é um par de meias de ginástica.

domingo, outubro 12, 2003

Pararátimbum.

Hoje eu pedalei meia horinha na Neide e me atrasei pro almoço com o fofucho porque quis cagar antes de tomar banho e tive que sair correndo e meu pai parou no posto pra calibrar pneus, encher o tanque e trocar o óleo antes de me dar uma carona até o metrô.
Aí cheguei na favela, ops, no shopping Tatuapé e resgatei o fofucho em fúria que estava a me esperar a eras, e fui pagar as lojas Renner o boleto atrasado.
Comprei calcinhas do Snoopy e um par de meias verdes.

E como todos os favelados de SP e seus filhos ranhentos estavam naquele shopping, fomos almoçar em outro lugar, e fomos no Bobs da av. Paulista, e tomei o milkshake de Ovomatilde.

Aí fomos pra casa, e o fofucho me deu um novo tamagochi, que é um bichinho virtual, para quem não sabe. E o bichinho deu pau e resetei ele, mas agora já dei comida, banho e tudo o mais e ele está dormindo lá na minha cama.

Assisti Spider (mas perdi o comecinho) enquanto meu amor dormia abraçado em mim, que é tudo na vida.
E eu queria muito que os finais de semana durassem mais... =oP
Chuinf.

De noite a alça de meu sutiã estourou e fiquei com os peitos capengas.

Abdução de Neide.

Quando a Neide chegou em casa, na segunda passada, eu montei ela todinha sozinha e tive dificuldades com a montagem porque a Neide é uma anã paraguaya suburbana residente no agreste e musa dos caminhoneiros.
Ou seja, ela tinha defeitinhos de fabricação, como todo produto nacional que se preze.

Aí eu reclamei e disseram que trocariam. E trocaram.
Levaram a Neide embora hoje de manhã.
E trouxeram uma irmã gêmea!

Mas, como esperança de pobre dura pouco, Neide 2 veio também com os mesmos defeitinhos.
Seria utópico se Neide 2 fosse perfeita no acabamento.
Produto nacional é uma merda.
Vitally, é melhor começarem a fazer coisas melhores, pois se depender de mim, morrerão falidos. Nota zero pra vocês. Neide é uma bicicletinha de quinta categoria. Mas eu vou abusar dela mesmo assim, seus feios!

E parabéns ao Magazine Luiza pela rapidez e eficiência no atendimento. Ganharam minha admiração e confiança.

Bem, ontem choveu horrores e meu amor quase desiste de vir aqui com medo de reproduzir gremlins no trajeto.
Mas ele finalmente veio, eu peguei filmes na locadora, mas não conseguimos ver, porque dormimos.
E comemos hotdog e montamos Neide 2. Ui...

Adoro esse garoto!
Ele disse que ficou orgulhoso do meu peido sonoro, que parecia uma Harley Davidson! Não é formidável? =oD

Tô com um bafo de cebola daquelas batatinhas cebola-salsa-cheese-onions malditas sem precedentes.
Nunca mais como essas coisas.

sexta-feira, outubro 10, 2003

Alguém me segure... estou compulsiva hoje.
Quero parar de comer. Pra sempre.
Hoje meu lado bichona aflorou. Fiz depilação e a zunha na manicure alí do outro lado da rua.
Agora estou até parecendo mulherrrrrrr.
Só falta escovar os dentes neste momento pós franguito.

PS: comentário da minha depiladora, após constatar a falta de assiduidade nas visitinhas a ela: "Coitaaado do namorado!" Hahahahaha! Eu mereço...

A carta que não foi mandada

Paris, outono de 73
Estou no nosso bar mais uma vez
E escrevo pra dizer
Que é a mesma taça e a mesma luz
Brilhando no champanhe em vários tons azuis
No espelho em frente eu sou mais um freguês
Um homem que já foi feliz, talvez
E vejo que em seu rosto correm lágrimas de dor
Saudades, certamente, de algum grande amor

Mas ao vê-lo assim tão triste e só
Sou eu que estou chorando
Lágrimas iguais
E, a vida é assim, o tempo passa
E fica relembrando
Canções do amor demais
Sim, será mais um, mais um qualquer
Que vem de vez em quando
E olha para trás
É, existe sempre uma mulher
Pra se ficar pensando
Nem sei... nem lembro mais

in Poesia completa e prosa: "Cancioneiro"
Vinicius de Moraes

Eu não falei que minhas lamentações me levariam a algum lugar?

Cut the crap, bicha!
Thanks, Juju!

Agora sou a rainha definitiva dos blogs.
Três coletivos e três pessoais e um semi-pessoal (era pra ser coletivo, mas só eu escrevo). Sem contar os abandonados...
É muita falta do que fazer, Fabiana!

quinta-feira, outubro 09, 2003

A verdade é que eu não consigo deixar de me preocupar.
Ele não me ligou às 4 da madrugada pra avisar que chegou bem, me deixou preocupada.
Ele não precisa me dar satisfação, mas bem que poderia telefonar, é indolor.
Só falei com ele hoje de tarde e mesmo assim, ele nem notou que eu estava online.

É óbvio que fico chateada. Não consigo evitar.
É melhor que nunca tenhamos nada além de um namoro, senão vai ser foda.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
Só porque eu ia sair agora de tarde, caiu o céu. Tá chovendo granizo e o dia virou noite.
Combina com meu estado de espírito, o céu cor de chumbo.
Eu choro e chove.

Acho que vou fazer as unhas do outro lado da rua.
Antes vou falar com a Neide.
Ontem o meu namorado chegou do trabalho 1:13h da madrugada.
Hoje ele ainda não deu sinal de vida, e já são 1:45.
Eu já nem me preocupo mais como antes, porque senão eu surto.
Eu só fico imaginando que quando nos casarmos ele poderá usar isso como pretexto pra sair com as outras, ou outros.
"Estava até agora instalando um firewall".
Porque em vidas de novela mexicana, como a minha, outras e outros hão de existir para criar um clima de "oh! não!".

Traições apimentadas com a secretária gostosa e peituda e violência (quando eu descobrir que ele não dividiu a secretária gostosa e peituda comigo). Tudo devidamente proporcionado para vocês com trilha sonora de suspense exagerado e cenas forçadas com muita maquiagem da Avon.

Tá, eu ando vendo muita novela.
Vou fazer xixi.

quarta-feira, outubro 08, 2003

Graças ao santo Google, hoje pude revelar meus dotes culinários e fiz omelete.
Até que tava aceitável... mas não tinha pão. =oP
Saudades das comidas que minha mãe fazia...
Eu não me dou bem com esta cozinha.
Eu vivo queimando coisas no forno.
Hoje pelo menos deu certo o ovo.
Ovo pra mim era algo muito complexo, mas o Google ajudou.
Obrigada, Gúgou.

>> O post de quinta foi parar lá embaixo do de quarta... bugs do blogger... <<

Uma vez na vida, papi resolveu colaborar.
Hoje chegou minha balança digital que comprei ontem no Submarino. Tava mais barata lá que comprar direto na Plenna, e o frete mais barato também.
Eu engordei um quilo após o almoço, agora preciso cagar e me pesar novamente e ter crises de viadagem de gorda compulsiva que sou.
Depois descontarei tudo na pobre da Neide, que nada tem a ver com isso.

Eu não posso revelar meu peso, é quase ficção científica.

terça-feira, outubro 07, 2003

Gentem, vocês gostaram da Neide, a bicicleta?
Pois é, eu e ela estamos nos dando muito bem.
Hoje pedalei 63 minutos e queimei 904 calorias, segundo Neide me contou.
O que é bom pra quem foi no supermercado comprar pepinos e comprou Passatempo recheado.
Mas eu compensarei amanhã com água, ar e alface e tudo ficará bem.

Estou empolgadíssima com Neide. Nos conhecemos ontem, mas já temos uma relação muito íntima, sabe? Amissíssimas, unha e carne. Ui.

segunda-feira, outubro 06, 2003

Fabiana pedala em sua bicicletinha.



Chegou! Ela chegou! Finalmente ela chegou. Antes mesmo do prazo de 3 milhões de semanas, ela chegou.
Fui montá-la e quase surtei. Os parafusos são mais curtos do que deveriam, o itinerário de montagem fala pra usar aquelas rodelinhas antes das porcas, mas se vc colocar a rodela a porca não entra e assim vai, e eu fui obrigada a deixar sem as porcas.
O produto não tem um acabamento muito bom, o que já é de se esperar de um produto nacional, mas funcionando, valerá o investimento em 8 vezes sem juros.
A estrutura de metal veio meio torta onde prende-se o encosto, mas acabei conseguindo montá-la toda, embora não exatamente de acordo com a profecia, mas tá lá apresentável.
O "computador" da bicicleta é chinês, claro. E as pilhas também. Se tivesse câmera, valeria uma foto.

Agora pedalarei até que suma esta pança que me habita. Fabiana em sua vida moderna agora fitness ultra light diet power.

All you need is love!

Love is all you need.

sábado, outubro 04, 2003

Hoje assisti eyes wide shut com meu amor.
Gostei do filme, exceto pela Nicole Kidman falando tudo tãoooo lentameeeeennnte e baixinho...

Hoje foi um dia tranqüilo apesar da faxineira ter aparecido. Passei o dia com o fofucho namorando... tão bom. =o)
Fico muito feliz sempre que o vejo.

sexta-feira, outubro 03, 2003

I just call to say I love you...

Hoje eu não irei reclamar da vida.
Meu pai não está em casa e estou tendo um dia de Garfield comendo lasanha.
Tomarei um banho e sairei para pagar o boleto atrasado das lojas Renner.

Aquele sorvete de limão da Kibom é muito, muito bom. =oD

quinta-feira, outubro 02, 2003

Procura-se uma família.

Não entendo por quê meu pai me odeia tanto.
Caralho, ele lê Lair Ribeiro e fica praguejando contra mim o tempo todo!
LOSER!

Idiota. Idiota. Idiota.
No dia em que ele disser algo positivo sobre mim, é capaz de morrer engasgado.

Ele nunca pergunta se estou bem, nunca quis saber se sou feliz, nunca se preocupou com o que sinto, faço ou deixo de fazer. Apenas julga-me sem saber 0,000000001% do que se passa na minha cabeça.
E é óbvio que nada será dito a ele, já que passará batido no oco da cabeça estúpida dele.
O que diz respeito a mim nunca interessa.
Porque "pessoas como eu", como ele gosta de dizer, não sabem fazer nada direito.
"Pessoas como eu" merecem morrer incompreendidas por seus pais hipócritas que gostam de comparações descabidas e são influenciáveis por pessoas que nada tem a ver com nossas vidas.

Os filhos dos outros são sempre melhores. O filho de Fulano estudou nos EUA. A filha de Beltrana já terminou a faculdade aos 22 anos e está fazendo pós em Burkina Faso. Ciclano ganhou um prêmio. Lindo... muito lindo. A vida dos outros é sempre a melhor, os filhos dos outros são sempre vencedores como os seus nunca serão.

Mas ele não se enxerga!!!
Eu MORRO de VERGONHA dos meus pais!
Eu jamais poderei apresentá-los a quem quer que seja sob pena de me arrepender.
Meus pais adoram frisar o quão sem importância eu sou.
Adoram me dizer quantos defeitos eu tenho e nunca, NUNCA apontaram uma qualidade.

Só falam mal de mim, só sabem me comparar com outras pessoas. Pessoas com famílias equilibradas, histórias diferentes, pessoas que não precisam de livros de auto ajuda de charlatãos como Lair Ribeiro.

Auto-estima? Nunca ouvi falar...

quarta-feira, outubro 01, 2003

Capitalismo selvagem...

Bicicleta ergométrica da Vitally, modelo Pedally Sit, na cor branca.

No Submarino: de R$479,00 por R$439,00 (parcelamento de no máximo 5x sem juros no cartão).
Na Americanas.com: de R$454,90 por R$449,90 (parcelamento em até 10x sem juros no cartão).
No Magazine Luiza: R$329,00 (em até 8x sem juros no cartão).
Descobrir uma diferença de preço gritante antes de comprar: não tem preço.

110 reais de diferença entre Submarino e Magazine Luiza no mesmo produto. Sem contar as condições de parcelamento. O Submarino parcelava em até 10x sem juros apenas na promoção relâmpago.
120 reais de diferença entre Americanas.com e Magazine Luiza no mesmo produto. 2 parcelas a mais pagando mais caro? Imagine o frete...

Estou feliz por ter economizado. =o)

Update:
Os fretes: enquanto no Magazine Luiza o frete ficou R$14,81, no Submarino ficou por R$19,73 e na Americanas.com por R$17,68. Sem comentários!!!
Espero que chegue logo... (o prazo de entrega é praticamente o mesmo pras três lojas).